As 9 Experiências Incríveis Que Vais Ter Para Seres Feliz

Ebook Grátis Método Completo Guru Instantâneo
As 9 Experiências Incríveis Que Vais Ter Para Seres Feliz

Olá, daqui Rui Gabriel vou dar-te o Meu Segredo da para ser Feliz.

Nas minhas andanças pelo mundo nos últimos anos, falando com centenas e centenas de pessoas, tanto na rua, como em eventos, tanto desconhecidos como líderes respeitados, verifiquei que a felicidade tem 9 peças.

Para teu benefício coloco aqui a lista completa. Prometo explorar cada uma, com alguma profundidade mais tarde.

Estas são as 9 Experiências que fazem uma pessoa feliz:

Sentir-se Poderoso
Ser Reconhecido e Apreciado
Conseguir Vivências Significativas
Pertencer a Algo Maior
Ser Dono do seu Tempo
Dominar o Dinheiro
Adquirir Determinados Conhecimentos
Rodear-se de Boas Influências
Influenciar Positivamente o Mundo (deixar um legado)

Acreditas em Mim?

São poucas as pessoas que acreditam em coisas boas quando as ouvem, o que é uma pena. Mas tu? Acreditas?

Imagina agora que tinhas a oportunidade de realizar duas ou três destas experiências à tua escolha.
Quais seriam?
Estarias desejoso de pagar quanto dinheiro para teres essas experiências?
Estarias desejoso de pagar quanto tempo para teres essas experiências?
Estarias desejoso de colocar quanto do teu talento (atenção, competências, entusiasmo, iniciativa) para teres essas experiências?

Se as tuas respostas foram “o que for preciso” tens o teu radar afinado no que diz respeito à tua felicidade. Na realidade ser feliz é mesmo a coisa mais importante do mundo! Parabéns!

E se tivesses a oportunidade de as realizares a Todas? Sim: TODAS! Quanto valeria isso para ti?

Esta é a Boa Notícia: tu podes viver todas estas 9 experiências:
… tanto as que te dizem respeito a ti, como: ter dinheiro, tempo, poder, conhecimento
… como as que dizem respeito aos outros: reconhecimento, influenciar e deixar-se influenciar
… e as que têm a ver com algo maior que tu, como: ter experiências significativas, deixar um legado, pertencer a algo maior.

E quanto estarás disposto a pagar em tempo, dinheiro e esforço pessoal? Claro: O Que For Preciso!

Sei que estás pronto a começar esta caminhada.

 

1ª Experiência: Sentir-se Poderoso 

A maioria das pessoas vive num estado de medo constante.

Ninguém fala disso, mas a realidade é que as depressões, baixa auto-estima, problemas financeiros, de saúde, de relacionamentos e muitos outros têm a sua origem no medo.

  • Temos medo do futuro se formos pessimistas,medo de perder alguma coisa que temos,medo do que qualquer mudança possa trazer de mal.
  • Temos medo dos outros porque achamos que nos querem prejudicar, temos medo do governo, das finanças, do gerente do banco,medo do que os outros possam dizer,medo do que possam pensar! (imagina!!)
  • Temos medo de não conseguir pagar as contas,medo de perder alguém que amamos,medo de ficar doentes,medo de não ser capazes de fazer alguma coisa que sabemos ser importante, e não fazemos.

O primeiro sintoma de que te Sentes Poderoso é que deixaste de ter medo.

Vives a tua vida a partir da consciência de que só têm poder sobre ti as coisas e as pessoas a quem tu decidires entregar esse poder.

  • O meu gerente bancário não tem qualquer poder sobre mim pois eu faço o que eu quero com o meu dinheiro, e pago o que quero quando quero de acordo com a minha própria decisão.
  • O meu médico não tem qualquer poder sobre mim porque eu sei que sou eu mesmo o responsável pela minha saúde. Ouço-o com atenção e dou-lhe crédito, mas faço o que quero com a minha saúde pois sei que faço mais e melhor do que ele alguma vez me poderia aconselhar (sendo ele próprio um fumador sedentário lol).
  • O meu patrão não tem qualquer poder sobre mim. Eu estou neste emprego porque quero, faço o meu melhor, não preciso que ele me diga para dar o meu máximo porque eu já o dou. Vou-me embora quando eu quiser e posso pedir-lhe um aumento se achar que o mereço e ele irá dar-mo, ou eu irei embora, pois tenho a capacidade e competência para não depender dele para coisa nenhuma.

Por outro lado, a minha filha mais nova, por exemplo tem muito poder sobre mim. Se vejo que está algo de errado com ela, faço o que for preciso para que ela fique bem. Se ela mostra um desejo, eu corro a realizá-lo sempre que seja importante. Entreguei de boa vontade o poder nas mãos da minha esposa, dos meus filhos, de alguns dos meus amigos de confiança.

Mas fiz isso porque eu quis, porque dar o flanco e ser vulnerável faz parte da dinâmica saudável dos relacionamentos e da felicidade também.

Sabes Como Passar, Tu Mesmo, do Medo ao Poder?

Vou explicar-te.

Eu fiz isso estando frequentemente (muito frequentemente) na proximidade de pessoas de elevado poder pessoal. Fiz viagens de 24 horas de avião,  7 dessas viagens num ano, para estar na presença de pessoas assim.

São assim os líderes, e é assim que é a Tribo.

  • Falando da Tribo, o facto é que temos uma cultura de grupo fundada na liberdade individual. E, deixa que te diga, uma pessoa com medo, não é uma pessoa livre.

Tem sido uma experiência libertadora e única no mundo, poder ver tantas pessoas comuns, como tu e eu, a libertarem-se do medo.

Às vezes é porque ganham realmente muito dinheiro e isso dá-lhes mais auto-confiança, mas a maior parte das vezes é porque descobriram uma comunidade de pessoas que lhes provam todos os dias que se pode viver uma vida sem medo e que daí só podem vir coisas boas.

Não precisas hoje de passar 24 horas dentro de um avião e a fazer escalas, mas precisas de fazer alguma coisa e já!

Eu, pessoalmente e a minha equipa, estamos aqui para te guiar neste processo incrível de Re-Conquista do teu Poder Pessoal. A minha missão é proporcionar-te a ti o mesmo poder que me foi proporcionado a mim, que me libertou para sempre do medo e me abriu um mundo de possibilidades.

Bem vindo. Tu és Livre!

Voltar ao topo

 

2ª Experiência: Ser Reconhecido e Apreciado

Acredito que a maior parte das pessoas não fazem o seu dever e mais um pouco a pensar no reconhecimento que irão ter. Não teria nada de errado, antes pelo contrário: fazer algo com o objetivo de ser apreciado é uma razão tão válida como qualquer outra.

Quando nos batem palmas e nos dizem “bom trabalho” nós sentimos que, o que fizemos, valeu a pena. Teve um impacto. Não foi tempo nem energia desperdiçada.

Sabemos, racionalmente, que nós temos valor independentemente do apreço ou falta dele, mas o que sabemos é uma coisa e o que sentimos e outra.

Estou certo? É claro que sim.

É por isso que todos gostamos de ser reconhecidos, apreciados. De alguma forma valida a nossa ação, e por isso, valida-nos a nós mesmos, sentimos que temos valor.

Contudo há pessoas que dão o seu melhor todos os dias e não recebem nunca nenhum sinal de apreço:

  • Um empregado dedicado que faz o seu trabalho um pouco melhor do que seria de esperar, mas que não ouve um “parabéns”, nem um “obrigado”.
  • Uma esposa que faz o almoço, ou o jantar, toma conta da roupa, da casa, dos assuntos dos filhos, e não ouve nunca uma palavra de apreço.
  • Uma pessoa boa que se esforça pelo bem estar de outras pessoas, faz voluntariado, ajuda da melhor forma que pode e sabe, e volta à noite para casa como se não tivesse feito nenhuma diferença.
  • Um patrão que investiu tudo o que tinha e não tinha, criou empregos, dedica todas as horas do dia e as da noite também para achar soluções e colocar a empresa lá em cima, e só ouve queixas e problemas, nem uma palavra de incentivo e de apoio de ninguém.
  • Uma marido que dá o que pode e mais um pouco para ajudar a construir algo para a sua família, não tem um apoio nem sequer um “obrigado” nem da esposa nem dos filhos, parece que não faz mais do que a sua obrigação.

Alguma vez sentiste que não eras reconhecido pelo teu empenho e dedicação?

Quando recebemos o apreço de alguém parece que o nosso dia se ilumina. Parece que tudo passou a valer a pena.

O reconhecimento é tão importante que uma dia Napoleão disse:

“Os homens fazem coisas incríveis para receberem uma fitinha de tecido em reconhecimento, e usam-na orgulhosamente na sobrecasaca”.

Ele foi um líder tremendo, claro, e foi-o porque sabia a importância de valorizar as pessoas pelas coisas boas que conquistam sempre que vão um pouco além do dever.

Tenho uma coisa a confessar-te:  Eu adoro o reconhecimento.

Sei que me foi ensinado que deveria fazer o bem sem esperar nada de volta, sei que me disseram que o nosso valor está em nós e não no que os outros pensam ou dizem de nós…

… Mas quanto dou o litro… quando faço o meu melhor adoro que coloquem um “like” no Facebook, ou façam um comentário a dar os parabéns.

Uma das formas de reconhecimento que mais me comovem e me fazem dar tudo por tudo naquilo que faço com a minha equipa é ter o meu nome na história de alguém.

Quando alguém conta como vivia em dificuldades e como as superou, e me agradece por que ter feito alguma coisa que fez a diferença no processo dessa pessoa…

não há dinheiro no mundo que pague a sensação!!

Essa sensação de realização pessoal é tão forte que dou por mim a esquecer-me completamente do dinheiro que ganho ou deixo de ganhar e foco-me a 100% em criar condições para que mais e mais pessoas como tu possam contar uma história de vida feliz e que me possam incluir nessa história, pelo impacto positivo que tive.

São muitas essas pessoas e tu conheces muitas delas, se andas próximo de mim e da equipa há tempo suficiente.

Agora Vem a Parte Melhor Para Ti.

Na verdade, eu tenho um objetivo escondido, uma intenção ao escrever este artigo.

  • A minha intenção é mostrar-te que SER FELIZ é mais fácil do que possa parecer. Como todas as coisas do mundo é algo que se aprende.
  • Tenho a intenção de te ouvir contar a tua história de superação e gostaria de ter o meu nome nela, se mo permitires.

Fala comigo no Messenger do Facebook.

TU TAMBÉM IRÁS TER O TEU NOME NA HISTÓRIA DE OUTRA PESSOA! GARANTIDO!

Voltar ao topo

3ª Experiência Para Seres Feliz: Ter Vivências Significativas

A vida é uma acumulação de vivências. Acho mesmo que estamos neste mundo para acumularmos o máximo de Vivências Significativas possível.

O que é uma Vivência Significativa?

Uma Vivência Significativa é uma vivência que tem um significado especial para ti. Que causa um impacto considerável na tua vida dali para a frente.

Exemplos destas vivências: o dia em que conseguiste um emprego espectacular, em que conseguiste uma vitória emocionante, o momento em que recebeste um reconhecimento público por algo difícil que realizaste,  em que pediste alguém em namoro ou quando te casaste, o dia em que nasceu o teu filho…

Este tipo de vivência tem uma característica muito próprias que vais identificar facilmente:
– Para a poderes desfrutar precisas fazer alguma coisa que não costumas fazer.

  • Lembras-te quando iniciaste um romance com uma pessoa? A coragem que precisaste de enfrentar a rejeição?
  • Lembras-te do dia em que ganhaste o torneio no teu desporto favorito? A luta, o esforço e a dedicação que precisaste para conseguires viver aquela sensação?
  • Lembras-te quando sonhavas acordado com uma realização? Ter este carro, ou fazer esta viagem, ou comprar aquela roupa, ou um relógio ou dizer algo de importante a alguém, como fazer as pazes com uma pessoa?…
  • Lembras-te do PROCESSO de Conquista? Recordas-te da superação pessoal que tiveste de fazer? Das dificuldades que tiveste de ultrapassar?

Eu lembro-me bem do dia em que decidi que ia criar a Tribo!

Até sonhava com ela de noite, com o que iria realizar com ela, e ainda hoje sonho! (mal sabia eu que ia ficar a caminho de ser rico ehehe, mas isso é outra história)

Esta é uma Vivência Significativa. Foi necessário ultrapassar dificuldades, fazer opções difíceis? Claro que sim. E isso é uma parte do sabor da vitória.

E um dos maiores segredos da Felicidade é a quantidade e qualidade das Vivências Significativas que acumulaste na tua vida! NUNCA, NUNCA te podes dar ao luxo de desperdiçar uma oportunidade de viver algo grande e poderoso!

Como sou uma pessoa prática, ao mesmo tempo que te mostrei a teoria, também te mostro a prática:

Não basta saber o que fazer, é preciso fazer o que se sabe.

Para poderes conquistar esta Vivência Significativa de trabalho comigo, basta te connectares com a Tribo ao criar a tua conta grátis na Universidade da Tribo ou inscreveres-te em qualquer um dos cursos que lá oferecemos, e em seguida falas comigo por mensagem no Facebook para marcarmos o teu plano de negócios e começares o teu processo.

A Felicidade não cai do céu, é construída passo a passo, uma Vivência Significativa de cada vez.

Voltar ao topo

 

4ª Experiência: Pertencer a Algo Maior

Há pessoas que querem melhorar-se, aprender mais, evoluir e, dessa forma, ganhar mais dinheiro, melhorar a sua qualidade de vida, ter mais saúde, melhores relacionamentos, etc.

  • Se és um bom Internet Marketer, tens os resultados que tem um bom Internet Marketer.
  • Se és um comunicador, tens os resultados que tem um comunicador com a tua dimensão e valor.
  • Se és um vendedor, vendes conforme as tuas competências de vendedor e tiras daí o teu rendimento em proporção.

Mas o facto é que, mesmo assim, nunca poderás ter resultados maiores do que tu. O teu tamanho limita os teus resultados.

Não conseguirás ganhar o dinheiro de um Cristiano Ronaldo sendo um Zé da Esquina.

Parece lógico não é? Mas, na verdade NÃO É. Não, não é nada lógico. Aliás: é mentira!

É que as pessoas que têm mais sucesso no planeta sabem uma coisa que mais ninguém sabe.

Enquanto pensei que do meu tamanho dependia o tamanho dos meus resultados, tive sempre resultados medíocres quando comparados com os que tenho agora.

Por isso precisas saber a verdade: o teu tamanho NÃO limita os teus resultados! Surpreendido?

Vou contar-te uma história:

“Há muito tempo atrás havia um rei que andava em guerra com o rei vizinho e estava a perder.

Ele não entendia como poderia estar a perder a guerra, uma vez que tinha as mesmas forças, armamento semelhante, e tanta experiência de batalha quanta a do seu opositor.

Um dia mandou um espião e ele voltou com esta estranha notícia: eles têm um batedor à distância, um gigante que consegue ver as nossas tácticas por cima da colina, uns bons 100 metros. Ele é enorme, tem 3 metros de altura!

Então este rei procurou em todo o reino e achou um gigante com 3 metros de altura para também ele ver uma centena de metros para lá da colina e espiar o exército do inimigo.

Na batalha seguinte este rei voltou a perder e estava mais confuso que nunca. Mas, tendo feito um prisioneiro decidiu interrogá-lo. Era um anão, de 1 metro, que, ao ser interrogado, disse que era o batedor à distância do exército do outro rei.

Todos riram e não acreditaram. Ainda riram mais quando ele afirmou que conseguia ver, não 100, mas 200 metros para lá da colina. Ora um gigante de 3 metros só conseguia ver 100 metros, como é que um anão conseguia ver 200 metros à frente?

Ele respondeu: quando vou espiar,  vou às cavalitas do gigante.”

A verdade é que tens de ter o teu tamanho e tens de crescer todos os dias, mas só terás resultados grandes quando estiveres montado aos ombros de gigantes.

Sendo o gigante uma equipa composta por pessoas umas melhores e outras piores do que tu, pertencendo a essa equipa, és uma peça de uma engrenagem numa relação simbiótica: aportas valor ao grupo e o grupo aporta-te valor a ti. Passas a valer muito mais no mercado do que alguma vez valerias por ti mesmo.

E aqui está o segredo do Sucesso grande e um dos segredos da felicidade.

É que, além de teres mais valor, mais resultados, tu sentes que nunca estás sozinho, que a tua vida depende de outras pessoas e que outras pessoas dependem de ti. Esta é uma das maiores realizações emocionais que podes ter: Fazer falta a alguém e sentir a falta de alguém, como “cúmplices” de um projecto maior que a soma das partes.

  • É por esse motivo que criámos na Tribo, o Grupo de Acção Social (GAS). Estamos a envolver centenas de pessoas em ACÇÃO SOCIAL EFECTIVA.
  • Por isso criámos as “Aulas Magnas” que são workshops mensais com a duranção de 1 dia, que colocam qualquer iniciado a tornar a sua paixão na sua profissão, a criar audiências, reunir pessoas, e criar um impacto com as suas vidas e negócios pessoais.
  • Por isso temos os eventos R-Evolution e Rise  que incendeiam a criatividade de todos os membros e nos coloca a todos num modo de elevada performance.

Podes achar que és um anão, mas nós somos gigantes e tu tens um potencial enorme para ser revelado. Vais ver que os teus resultados não dependem somente do teu tamanho, mas do tamanho do veículo sobre o qual estás montado.

Não é tão fixe??!

VAMOS AO TRABALHO! TU MERECES!

Voltar ao topo

 

5ª Experiência: Ser Dono do Tempo

Vou mostrar-te uma verdade arrepiante. Quando a vi, fiquei aterrorizado e tratei de mudar um monte de coisas na minha vida.

Esta mensagem hoje é uma das minhas obrigações contigo: Dizer-te a verdade pura e dura. Queres sabê-la?

Vou começar por dizer-te algo que já sabes, para te colocar no contexto:

Quem tem um emprego, troca tempo por dinheiro. Certo? Claro,uma pessoa ganha um salário mensal, significa que vende um determinado número de horas por mês executando uma determinada actividade.

………………

Vamos fazer umas contas simples mas da maior importância:

– Quanto ganhas por mês?:___ (exemplo: 1000 euros)

– Quantos dias trabalhas por mês?:___ (exemplo: 22 dias)

– Quantas horas trabalhas por dia?:___ (exemplo: 8 horas)

Para saberes quantas horas trabalhas por mês: Multiplica o número de horas de trabalho diário pelo número de dias que trabalhas por mês:

O resultado é:____ (neste exemplo: 176 horas)

Para saberes quanto ganhas à hora, divide o teu salário mensal pelo número de horas que trabalhas por mês.

O resultado é: ___ (neste exemplo: €5,68 euros à hora)

………………..

Agora vamos começar a chamar os bois pelos nomes e desculpa se isso te deixa desconfortável mas é importante.

Tu um dia vais morrer. Todos vamos. E a verdade é que o teu tempo de vida é limitado. Cada hora é única, irrepetível e impossível de recuperar uma vez passada. Certo?

Vamos ao cinema. Preço: 8 euros.
Na realidade não estás a pagar 8 euros. Na realidade a forma de pagamento que estás a usar é “prescindir de 1,4 horas da tua existência” (no exemplo de um rendimento de €5.68 euros à hora).
Reduziste o teu tempo de vida em quase uma hora e meia para poderes ir ao cinema! E sem pipoca nem cola!

Eu Fiquei Escandalizado Quando Me Apercebi Disto: estava a ser roubado do meu bem mais precioso, mesmo debaixo das minhas barbas!

Quem ganha à hora, ou à semana ou ao mês, está a entregar voluntariamente horas de vida em troca de coisas básicas.

  • 1 pão custa 15 minutos da tua vida.
  • 1 litro de gasolina custa outros 15 minutos. Um depósito cheio custa-te 16 horas de vida.
  • Um almoço num restaurante reles custa-te 1 hora de vida.
  • Um par de sapatos da loja do chinês custam-te 2 horas de vida.

Ainda tentei racionalizar:“- ah, não é bem assim, eu não entrego tempo, entrego dinheiro, a minha vida não fica mais curta por causa disso…”

Tretas! Esta é a verdade e eu prometi dizer-ta:

O que estarias a fazer se não tivesses de estar no emprego?
O que farias da tua vida se não tivesses de a vender em troca de um salário?

Estás a fazer alguma coisa ou Queres Fazer Alguma coisa para recuperar a qualidade da tua vida de volta?

Tudo o que fazes que não te torna feliz e não tem um impacto positivo no mundo é tempo perdido.

Aposto que não fazes ideia do que farias se não tivesses de trabalhar num emprego! Aposto que não sabes dizer assim de repente o que farias da tua vida se o tempo e o dinheiro não fossem um problema!

Aí é que está a questão: Tudo o que fazes que não te faz feliz nem tem um impacto positivo no mundo é roubo! Alguém te está a roubar!
E estão a roubar-te o que tens de mais precioso: o teu tempo e o teu talento!

Há um tempo atrás, quando descobri isto, decidi mudar a minha vida radicalmente:

  • Decidi nunca mais fazer nada que me roubasse tempo precioso.
  • Decidi que o tempo e o dinheiro iriam deixar de ser um problema para mim.

E adivinha uma coisa!: CONSEGUI. Fiz uma coisa que provocou uma sequência de acontecimentos que me trouxe onde nunca tinha pensado que fosse possível chegar: A decisão de comprar uma coisa tão barata como um BLOG e começar a utilizá-lo para levar a minha mensagem mais longe e criar um maior impacto.

  • Desde então já viajei mais do que em toda a minha vida anteriormente. E fui acompanhado com a minha família.
  • Passo mais tempo com a minha esposa agora num dia do que passava antes numa semana. Parece que estamos de novo em lua-de-mel. Estamos sempre juntos, fazemos montes de coisas, divertimo-nos e desfrutamos.
  • Gasto uma boa parte do meu tempo com pessoas da minha equipa de “guerreiros inconformistas” que pensam como eu e decidiram ser donos do seu tempo também.

Somos todos tão boa onda, tão divertidos e descontraídos que no outro dia, comentaram comigo “vocês são tão divertidos, como se não houvesse um problema no mundo”.

Ser dono do próprio tempo é um dos pilares grandes (enormes) da felicidade.Hoje desafio-te a tornares-te dono do teu tempo.

Tudo começa com uma decisão.

Desafio-te a não precisares de um salário, nem de um patrão, nem de subsídios, nem de ninguém, a não ser de ti mesmo e de outras pessoas que te querem apoiar e que querem apoiar em ti no mesmo objectivo.

 

Tu mereces a mesma liberdade que eu consegui. Não és nem mais nem menos do que eu e mereces uma oportunidade.

Voltar ao topo

 

6ª Experiência: Dominar o Dinheiro

O segredo para dominares o dinheiro é este:

– Não importa tanto tê-lo, importa saber gerá-lo e geri-lo.

A maioria das pessoas acha que o importante é ter dinheiro. Mentira. Ter dinheiro neste momento é somente uma circunstância passageira porque podes tê-lo hoje e perder tudo amanhã, ou podes não ter quase nenhum e estar rico amanhã.

O que precisas entender é que “dominar o dinheiro” significa saber gerá-lo, quanto quiseres, quando quiseres, e saber geri-lo para tirares dele o máximo proveito.

Vou dar-te uma informação importante:

– Foi feito um estudo nos Estados Unidos que consistiu em procurar todos os ganhadores de lotaria dos últimos 40 anos e ver quantos se mantiveram ricos nos 10 anos seguintes. A percentagem apurada foi de 1%, exactamente a mesma da população em geral que não ganhou a lotaria.

O que é que este número nos ensina? Prova que “ganhar a lotaria” significa “ter dinheiro” mas não significa “dominar o dinheiro”.

Por isso, para dominares o dinheiro precisas saber como gerar riqueza, de forma previsível e controlável.

Vou dar-te um exemplo disto:

A mãe de um amigo meu é criadora de cosméticos. Inventa cremes, fragrâncias, produz e coloca no mercado.Há um tempo atrás ela decidiu que queria um determinado carro de determinada marca.

Tinha o dinheiro para o comprar? Claro que sim mas não o gastou.

Em vez disso usou-o para criar um novo creme, com certas características, colocou-o no mercado, e realizou muitas vezes o dinheiro que precisava para comprar o carro.

Depois comprou-o. Em vez de gastar o dinheiro que tinha: investiu-o e gastou uma parte dos lucros. No final ficou com o carro e com o dinheiro.

Outro exemplo, neste caso pessoal.

Há um tempo atrás eu precisei de fazer uma viagem aos Estados Unidos. Não queria ir sozinho e decidi levar toda a minha família.

Fomos 5 pessoas para Orlando, Florida, e ficamos lá 8 dias num resort maravilhoso. Gastei mais dinheiro nessa viagem do que ganhei o ano todo no último ano antes.

Eu tinha o dinheiro? Sim, mas não o gastei. Investi-o em publicidade, gerei milhares de contactos, fiz uma montanha de vendas e em menos de 2 meses tinha o dinheiro de volta para pagar a viagem e mais 3 vezes mais resultantes do negócio.

Tenho montes e montes de exemplos assim.

Uma vez precisei de 5 mil euros para pagar dívidas antigas. Enviei um email para a minha lista, fiz um webinário, e realizei mais de 4500 euros num só dia.

Se a Tribo desaparecesse do mapa, eu saberia como recomeçar tudo do princípio e, ao invés de um ganhador da lotaria que não pode ganhar quando quer, eu posso fazer isso e estaria de novo por cima em meia dúzia de dias.

Estes exemplos servem para te ilustrar a forma correta de entender o dinheiro: Não Importa o Quanto Tens Agora, Importa Se o Sabes Gerar e Gerir.

Se não o tens agora, isso é passageiro – Vais aprender, tal como eu aprendi, como gerá-lo e geri-lo e nunca mais te vai faltar dinheiro na vida.

Pode ser que te choque esta revelação, mas é a realidade:

  • O dinheiro é abundante. Há dinheiro que chegue para todos serem ricos, tu só tens de aprender como recolher a tua parte e ensinar outras pessoas a fazerem o mesmo (é o que estou a fazer agora mesmo). Isso cria abundância para os outros e para ti.
  • O dinheiro é energia. É como o fogo. Se o dominares ele serve-te. Se o deixares a ele dominar, queima tudo o que apanha pela frente. É um óptimo criado, mas um péssimo patrão.
  • É como a água de um rio. Precisa de circular. Não te agarres a ele, pois se o puseres a circular ele voltará aumentado para as tuas mãos. Se o guardares com medo, mesmo esse que tens irás perder.
  • O dinheiro é uma lupa. Não é bom nem mau, simplesmente aumenta a realidade da pessoa que se é. Por isso há pessoas más com dinheiro que são trágicas para os outros e para a humanidade (vê o exemplo de um Hitler) e há pessoas boas com dinheiro que mudam o mundo para melhor (vê o exemplo da Madre Teresa que foi a mulher que mais dinheiro geriu na história da humanidade).

Imagina o bem que tu poderias fazer se tivesses mais dinheiro do que aquele que consegues gastar!! 

Voltar ao topo

 

7ª Experiência: Adquirir Determinados Conhecimentos

Vou falar-te da importância de adquirir determinados conhecimento para teres sucesso e seres feliz.

Presta bem atenção: “Conhecimento Não é Igual a Informação”.

Há um tempo atrás, estava eu a desenvolver um negócio de Marketing de Rede, e não tinha muitas pessoas interessadas no negócio nem nos produtos. Falei com uma das pessoas com mais resultados nesse negócio.

O que é que tu fazes para teres tanto sucesso?

E ele respondeu:

Fiz uma lista de pessoas que conhecia, peguei no telefone e falei com elas todas para as convidar para uma reunião de apresentação do negócio. Simples!

Eu pensei que era mesmo simples e fiz exactamente o que ele me indicou. Só que o meu resultado foi um zero completo.

  • Das 100 a quem liguei, 20 pessoas disseram que iam à reunião, e apenas 4 apareceram.
  • Das 4 que vieram uma tinha o seu próprio negócio de Marketing de Rede, trouxe o seu patrocinador e quis recrutar-me para o negócio dele (pois é! 🙂 )
  • das outras duas, nenhuma quis o meu negócio nem os meus produtos.

Porque é que algumas pessoas têm sucesso e outras não, fazendo (aparentemente) as mesmas coisas?

A resposta não podia ser mais simples: porque o sucesso joga-se “no detalhe” portanto, naquilo que não está à vista desarmada, e umas pessoas conhecem esses detalhes e outras não.

  • Uma loja de roupa vai à falência enquanto que a sua vizinha prospera
  • Uma empresa de construção cai na ruína enquanto outra expande
  • Numa crise, umas pessoas perdem tudo e outras fazem fortunas.

A resposta é quase sempre “conhecimento”. Saber algo que os outros não sabem.

Imagina que sabes como transformar 4000 euros em 40 mil no prazo de um ano.
Quanto dinheiro pedirias a uma pessoa para que lhe passasses esse conhecimento?

Muito dinheiro, seguramente. E com razão.

Como exemplo: entre 2017 e 2018, eu investi 30 mil euros ao longo de 12 meses no meu negócio de Internet Marketing. Nesses mesmos 12 meses ganhei 214 mil.

Quando comecei, eu não tinha 30 mil euros, claro que não. Mas tinha 25 dólares (18 euros). E esses 25 dólares foram o início do início da minha libertação financeira em 12 meses.

Quanto achas que vale o conhecimento que tenho e que me permitiu transformar 25 dólares em 214 mil no prazo de um ano?

Quanto achas que vale este conhecimento:

  • 50 mil?
  • 100 mil euros?

Eu acho que vale bem uns 200 mil dólares, pois irias pagar o teu investimento no primeiro ano de vida se tivesses os mesmos resultados que eu tive. E olha que um investimento que se paga num ano, é um investimento fenomenal!

O facto é que vale bem mais 200 mil dólares, mas não te custa 200 mil dólares.  Sabes porquê?

  • Porque eu também comecei com somente 25 dólares.
  • Nem tinha dinheiro para mais e não me esqueço nunca disso, tal como nunca me esqueço do momento em que ultrapassei os primeiros 100.00 doláres num ano.

E tu mereces a mesma oportunidade que eu tive. É por isso que tenho a visão de levar 100 pessoas por ano a gerar 100.000 euros nos seus negócios pessoais. E estou a caminho disso mesmo com a Tribo.

Mas não podes ser um caguinchas, medroso, inseguro.

  • Se é para fazer é para fazer!
  • Se é para ganhar 100 mil dólares, é para fazer o que for preciso durante o tempo que for preciso.

Foi essa a minha atitude. Se queres começar, cria a Tua conta na Universidade da Tribo agora e fala comigo em seguida para que possa compreender bem o que precisas e te possa orientar de forma apropriada.

……..

Se bem te recordas… “Conhecimento não é igual a informação”.

Um alcoólico pode ter toda a informação acerca de como deixar de ser alcoólico, mas isso não o torna uma pessoa sã.

Conhecimento é Informação sim depois de assimilada e colocada em acção num ambiente propício.

Confuso? Eu explico:

Os conhecimentos adquirem-se de 3 formas:

  1. Pelo estudo
  2. Pela prática e
  3. Pela modelação

O que fazes quando decides que queres aprender algo? (Como quando eu decidi que queria aprender como criar um rendimento permanente de 6 dígitos por ano, a partir de casa, trabalhando duas horas por dia.

Vou dizer-te o que fiz quando decidi que queria aprender como criar um rendimento de 6 dígitos por ano, a partir de casa:

1- ESTUDEI:

Comprei os cursos e ferramentas que precisava e comecei a estudá-los como se não houvesse amanhã.

2- PRATIQUEI:

Enquanto ia estudando, ia colocando em acção a informação que aprendia.

3- ENCONTREI MODELOS (MODELAÇÃO):

Achei pessoas que ganhavam o que eu queria ganhar, que tinham o estilo de vida que eu queria ter e comecei a observar e modelá-las, a procurar a sua influência (fiz 6 viagens aos Estados Unidos no meu primeiro ano de negócio, por esse motivo).

Tem o nome bonito de “fazer networking” criar conexões intelectuais, mentais e emocionais que se convertem rapidamente em melhores práticas de negócio e mais resultados.

Esta terceira parte, é esquecida pela maior parte das pessoas, e por isso mesmo quem trabalha muito, estuda muito, aprende muito e põe em prática…. não tem lá grandes resultados. Precisas de mentores que te queiram e possam guiar, porque têm eles próprios os resultados que tu queres ter.

Saber isto é o princípio do início do teu sucesso.

Adquirir determinados conhecimentos, pelo estudo, prática e modelação, colocam-te num patamar de consciência e de sintonia com a realidade que a maior parte das pessoas nem sonha que exista.

É uma das experiências mais fortes que podemos viver e que nos trazem um nível de felicidade invulgar: saber as respostas para as perguntas que milhões de pessoas estão a fazer todos os dias e poder partilhar com elas esse conhecimento, se elas o quiserem.

É isso que eu faço, é isso que me faz feliz e é por isso que te estou a escrever esta mensagem. Queres comentar?

Voltar ao topo

 

8ª Experiência: Rodear-se de boas influências.

Um amigo meu disse-me há uns tempos atrás: “eu não me deixo influenciar”. Achei imensa graça. Ele ouviu alguém dizer isso um dia e achou que era fixe. Foi influenciado por uma pessoa que disse que não é influenciável. Nada mais.

Na realidade começamos a ser influenciados ainda antes de nascermos.

O conjunto de influências da infância, chamamos “educação”. Os colegas, televisão, pais, irmãos, e toda a rede de relacionamentos e todas as mensagens que nos chegam de todos os lados desempenham um papel na nossa construção mental do mundo.

A maior parte das pessoas passam toda a vida rodeadas de pessoas e de meia dúzia de ideias acerca de meia dúzia de assuntos. E aceitam essas ideias como verdadeiras. Baseiam nelas as suas opiniões, decisões e acções (por esta ordem).

Essa meia dúzia de ideias são estas:

  1. As coisas são como são.
  2. A vida de cada um depende das suas circunstâncias.
  3. O dinheiro não chega para todos. Para uns terem muito, outros têm de ficar sem nada.
  4. Quem tem autoridade é que sabe o que é melhor. – o professor, o médico o advogado, o padre
  5. Se os outros fazem é porque é assim que se faz (“não és mais do que os outros”)
  6. É preciso ter uma boa reputação, um bom nome. (gostar do que os outros pensam de nós).

Parece senso comum, não é? Estas ideias parecem corretas.

Fomos influenciados a vida toda a pensar que aquilo é verdade e que está certo. Está certo sim, para nos manter prisioneiros, para não nos permitir evoluir e fazer coisas novas, viver novas experiências e libertar o nosso potencial.

A minha grande descoberta no campo das influências, foi o facto de podermos escolhê-las.

Eu posso escolher não ver um determinado programa de tv (não vejo notícias por exemplo). Não passo tempo nenhum no café com “amigos” a ver futebol, a falar mal da vida ou a queixar-me de tudo.

Como eu não queria ter a saúde que eles têm, o rendimento que eles têm, o relacionamento com as esposas que eles têm, nem trabalhar como eles trabalham, nem sentir o que eles sentem, decidi que não ia estar onde eles estão, nem ver o que eles vêem nem ouvir o que eles ouvem.

Em vez disso decidi ler livros positivos, ouvir áudios de pessoas que pensam diferente e que têm resultados diferentes da maioria. Comecei a aproximar-me de pessoas que têm a vida que eu queria ter e a pouco e pouco fui mudando a minha mentalidade.

Então entendi que:

  1. As coisas não são como são, as coisas são como tu és (isto é profundo, voltaremos a este assunto noutra ocasião). Tu tens o poder de as mudar.
  2. A tua vida não depende das tuas circunstâncias mas das tuas decisões.
  3. O dinheiro é abundante. Por onde passa cria riqueza e não desaparece pode continuar a circular e a fazer bem a mais pessoas.
  4. A educação dos teus filhos não é da responsabilidade do professor, mas tua. Tal como a tua saúde não depende da opinião do teu médico mas de ti, a tua ligação com Deus e a tua moral não dependem do padre, nem a solução dos teus problemas depende do advogado. Tudo está nas tuas mãos. Um profissional de uma área é um consultor e não uma autoridade.
  5. Tu és mais que os outros sim, caso pretendas ter mais resultados que os outros. Segue o teu coração e o teu instinto pelo menos tanto quanto segues o teu raciocínio.
  6. A tua reputação vem da tua consciência, e não daquilo que os outros pensam de ti. A grandeza de uma pessoa também se mede pelo tamanho dos adversários (e inimigos) que se levantam contra ela.

E isso mudou a minha vida.

Pensando de forma diferente, tomei decisões diferentes e fiz coisas diferentes.

Em consequência… tenho resultados diferentes, claro. Faço viagens  com a minha família, tenho o relacionamento que queria, ganho o dinheiro que quero, estou envolvido em projetos sociais e empenhado em passar esta mensagem:

Podes mudar a tua vida. Podes SER, FAZER e TER tudo aquilo que quiseres e Eu sou a prova disso.

O primeiro passo para conquistares o poder de ser fazer e ter o que queiras, é mudares as pessoas que te rodeiam. Escolher as influências que pretendes em vez de aceitares ser influenciado pelo que te aparece à frente.

Esta é uma das mais fortes experiências que me levaram a uma vida plena e feliz. Espero que te leve na mesma direcção.

Voltar ao topo

 

9ª Influenciar Positivamente o Mundo (deixar um legado)

Há um tempo atrás fiz um exercício de “faz de conta” que teve um impacto tão grande em mim que mudou muitas das minhas decisões daí para a frente.

Agora vou propor-te que o faças, se tiveres coragem.

Este é o exercício: Imagina que és um viajante no futuro e estás agora num cemitério. Estamos em 2099. Este não é um cemitério como os outros. Não, este é o cemitério onde tu estás sepultado e tens agora mesmo à tua frente a tua pedra tumular.

[Primeira parte do Exercício]

Os epitáfios que se escrevem nas pedras tumulares resumem numa só frase a vida da pessoa. Olha com atenção para o que está escrito na tua, baseado na tua vida, como a tens vivido até agora.

O que está escrito lá? Pensa bem, que frase que estaria no teu epitáfio se tu morresses hoje mesmo? Escreve-a.
Já está? Ótimo. Lê em voz alta. Gostas do que estás a ouvir? Achas que é um resumo da vida como tu gostarias de a ter vivido?

Eu digo-te. Quando fiz este exercício fiquei muito desapontado. Não tinha nada de interessante para dizer, a minha vida não tinha sido nada de especial até então, a minha pegada neste mundo era praticamente inexistente e foi preciso muita imaginação para escrever alguma coisa de minimamente interessante a minha pedra tumular.

Entendi que eu, como indivíduo não estava cá a fazer grande coisa, neste mundo e que a minha falta não seria muito sentida.

Então li uma estatística que não me deixou menos desconfortável: “a média de pessoas a chorar num funeral é de 10″. 10!

Imagina passar a vida inteira a tentar encaixar naquilo que é a mediania, a tentar não dar nas vistas, a conformar-se com as opiniões do outros a tentar agradar a todos, para no final ter 10 pessoas que sentem a nossa falta ao ponto de chorarem a nossa ausência!

O facto de ter visto o meu epitáfio do futuro e de ter lido esta estatística despertou em mim uma quantidade de perguntas. Das respostas que eu desse, eu sei que dependeria a minha capacidade de ser feliz.

E a primeira pergunta foi esta: Qual o sentido da minha vida?
Depois: Porque é que estou aqui? Qual a minha missão?

Vou dizer-te o que descobri, quem sabe te possa indicar um caminho para te tu descobrires por ti mesmo.

Eu descobri que estou numa missão: Ser feliz.
Descobri também que tenho um propósito: Fazer a diferença positiva na vida de outras pessoas.

[Segunda Parte do Exercício]

Volta à tua anotação: lê de novo o teu epitáfio do futuro.

Agora apaga-o e escreve o epitáfio que gostarias de ter na tua pedra tumular. Aquela frase que resume a tua vida, que te resume a ti. Aquilo que fosse o motivo para as pessoas se recordarem de ti. Pensa bem.

Demora o tempo que for preciso. Isto é importante.

O que escreveste resume a tua missão, tal como a vês neste momento.

PARABÉNS.

A maior parte das pessoas nunca chegam a saber porque motivo estão neste mundo, mas tu sabes. Tu agora colocaste um nome no teu legado. O mundo não vai ficar igual depois da tua passagem por ele.

NÃO É BRUTAL?

Eu digo-te: quando o descobri, tudo passou a fazer sentido. As minhas decisões tornaram-se mais fáceis, as ações mais produtivas, os resultados mais palpáveis simplesmente porque tudo começou a encaixar num plano maior.

[Terceira Parte do Exercício]

Traça o teu plano de Ação. Ter um propósito é fantástico, mas precisas de o executar. Precisas de um veículo que te dê os meios, o conhecimento e o ambiente para o fazeres com sucesso.

Vou recomendar que te connectes com a Tribo ao criar a tua conta grátis em UniversidadeDaTribo.com, e vou fazer também algo que faz toda a diferença: vou falar contigo logo depois:

  1. Quais as tuas circunstâncias e
  2. Quais os teus objetivos, tanto de curto prazo como o teu propósito de vida,

Caso tenhas descoberto qual é. Se não o descobriste ainda, vamos descobri-lo juntos, estou aqui para isso.

Deixa-me uma mensagem no Messenger do Facebook. Pode ter chegado o teu momento.

Voltar ao topo

 

Depois de teres lido as 9 Experiências que precisas viver para ser feliz, o que vais fazer?

Recordo aqui quais são as 9 Experiências que fazem uma pessoa feliz:

  1. Sentir-se Poderoso

  2. Ter Reconhecimento e Apreço

  3. Conseguir Vivências Significativas

  4. Pertencer a Algo Maior

  5. Ser Dono do seu Tempo

  6. Dominar o Dinheiro

  7. Adquirir Determinados Conhecimentos

  8. Rodear-se de Boas Influências

  9. Influenciar Positivamente o Mundo (deixar um legado)

 

Perguntaram-me se eu sou feliz e eu respondi “sim” sem hesitar. Também já me perguntaram se eu era rico e a resposta foi a mesma: SIM!

1. Sinto-me poderoso? Claro!

Tenho o poder de influenciar o rumo da humanidade e contribuir para melhorar a vida de uma multidão de pessoas. Isso é poder!

Há somente uma dezena de anos, somente grandes empresas tinham o poder de influenciar a opinião e o rumo das vidas de milhões de pessoas. Tinham estações de televisão, jornais, milhares de empregados, milhões investidos em equipamentos.

Hoje tu tens no teu telefone celular mais tecnologia de áudio e de vídeo que tinha a BBC há 20 anos atrás.

Hoje, se tiveres um blog como eu tenho (este que estás a ler) colocas as tuas ideias diante dos olhos e milhares de pessoas todos os dias, sem teres um único empregado nem gastares praticamente nada. Recomendo. Link para subscrição AQUI.

2. Desfruto de Reconhecimento? Evidentemente que sim.

Todos os dias recebo mensagens de apreço pelo que faço, algumas bem emotivas, falando da forma como ajudei alguém na sua vida simplesmente através dos meus emails e dos produtos que recomendo.

A forma mais rápida de teres reconhecimento, é reconheceres tu mesmo o valor dos outros. Vais ver que é um vírus que se pega. Ajuda se comunicares com numa comunidade de pessoas positivas, como a Tribo, por exemplo.

3. Será que tenho Vivências Significativas? Tenho pois, e numa base diária.

Estou 1 dia por mês na Aula Magna da Universidade da Tribo, e todos os outonos e primaveras respetivamente os eventos R-Evolution e Rise: os eventos de Internet Marketing, Empreendedorismo e Desenvolvimento Pessoal da Tribo.

Mais do que uma vez tive a oportunidade de falar um em palco diante das centenas e centenas de pessoas, para partilhar o que sei em termos de Internet Marketing e que me deu 220 mil dólares de ganhos num ano. É uma sensação maravilhosa ser convidado a partilhar o que sei diante do top dos tops do Internet Marketing em língua portuguesa e poder aprender com todos eles.

4. Pertenço a Algo Maior? Evidentemente.

A sensação de que tenho milhares de pessoas na minha equipa, que partilham dos mesmos objetivos, que sentem as mesmas emoções, que estão a trilhar o mesmo caminho, dá um conforto e uma segurança ímpares.

Não estou sozinho, mesmo quando estou sem ninguém ao pé de mim porque sinto a vibração de milhares de pessoas em todo o mundo, a caminho da Liberdade financeira e da Responsabilidade social. Sinto que estamos mesmo a mudar o mundo.

5. Sou dono do meu Tempo, Domino o Dinheiro. Tempo e dinheiro andam de mãos dadas.

Posso dizer que sou livre, faço o que considero importante e positivo, sem limitações nem de tempo nem de dinheiro.

Quero dizer-te que este tipo de liberdade é rara. Conheço poucas pessoas que a possuem. Tu, caso pretendas conquistar este tipo de liberdade precisas lutar por ela. Eu sei o que fazer e posso ensinar-te, mas precisas ter coragem e fazer o que tem de ser feito. Concordas comigo?

Gostaria de me conectar contigo e ouvir as tuas opiniões pelo Messenger ou por Email (ruimatosgabriel@hotmail.com).
Em seguida prepara-te para dar alguns passos simples e fáceis, mas imprescindíveis para iniciares esta viagem.
Estou à tua espera.

7. Estou Sempre a Aprender, a Adquirir Conhecimento Relevantes

Vou dizer-te algo que faço todos os dias. Considero que esta prática é responsável em enorme medida pela pessoa que sou hoje: Eu leio umas páginas de um livro positivo todos os dias e ouço uma hora de áudio todos os dias com informações relevantes para o que pretendo realizar no mundo. Recomendo que faças o mesmo.

E vou dar-te acesso a um Ebook que é a versão escrita de uma reunião online de treino que fiz para um grupo de empreendedores: Mentalitude (Mentalidade e Atitude). (download aqui)

8. Quanto à experiência 8, isto é o que faço e que resulta comigo:

Gosto de toda a gente, mas passo o meu tempo com quem tem aquela energia que eu quero partilhar.  Pessoas visionárias, positivas, com projectos de vida ambiciosos e invulgares, pessoas criativas, entusiasmadas, empenhadas em ajudar os outros.

Quanto às pessoas conformadas, queixinhas, negativas, egoístas… Mesmo que sejam amigos ou familiares, amo-os na mesma, não os critico, mas limito o tempo que passo com eles.

9. Na 9ª Experiência ficaste a saber que precisamos deixar um Legado. Já sabes qual vai ser o teu?

Esta é uma das coisas mais difíceis de identificar para algumas pessoas. Para mim foi. O que pretendes fazer da tua vida? Quando te fores embora para o outro mundo, o que pretendes deixar de positivo para trás? Já pensaste nisso?

Uma das causas de maior sofrimento que têm as pessoas às portas da morte é a sensação de que a vida ficou por viver, que o mundo não mudou em nada e que não fizeram diferença, não deixaram uma marca.

A minha marca pessoal será sempre limitada, a tua marca pessoal, será sempre limitada também, mas juntos com uma equipa grande podemos multiplicar o nosso impacto no mundo e fazer uma diferença significativa.

Agora entendes porque te disse no início que sou uma pessoa feliz, sem reservas nem dúvidas.

 

Agradeço-te por me teres permitido partilhar estas ideias contigo e posso garantir-te que, caso as sigas, a tua vida vai mudar para sempre.

A minha mudou. Tens a coragem de tomar uma decisão e tens a vontade de mudar? Vem falar comigo.

 

 

 

Ebook Grátis Método Completo Guru Instantâneo

Recebe os Novos Artigos de RUI GABRIEL CONVENIENTEMENTE na Tua Caixa de Correio: 

Obrigado pelo teu comentário. Respondo sempre a todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

9 opiniões acerca de “As 9 Experiências Incríveis Que Vais Ter Para Seres Feliz

    • Com certeza: agora mesmo estou a seguir os 100 melhores podcasts de Brendon Burchard, mas ouço com frequência Simon Sinek, John Maxwell, Wayne Dyer, Jim Rohn, Robin Sharma e muitos outros que procuro online.
      O YouTube é uma boa forma de achar vídeos deste tipo, depois uso o yout.com para descarregar somente o áudio para o meu telefone.